«

»

jul 31

Femquifert realiza reunião para debater propostas de trabalho com sindicatos filiados

IMG_0072Com o objetivo de discutir projetos que tragam melhorias para os trabalhadores da base dos sindicatos associados, a Federação dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas, Plásticas, Farmacêuticas e de Fertilizantes de Minas Gerais (Femquifert) realizou a segunda reunião da entidade nesta sexta-feira (31). O encontro contou com a participação dos dirigentes sindicais de sete dos nove sindicatos filiados e foi conduzido pelo presidente da Femquifert, Carlos Cassiano.

Abrindo o encontro, o presidente da Força Minas e vice-presidente da Femquifert, Vandeir Messias Alves, fez um panorama sobre a situação econômica do Brasil. Em sua saudação, ele falou sobre a crise que tem castigado os trabalhadores e servindo de oportunidade para os patrões. “Muitas empresas, em especial do ramo automotivo, acumularam anos de lucros e agora, possuem muito dinheiro em caixa, mas aproveitam o alarde da crise para dar férias coletivas ou mesmo demitir funcionários”, enfatizou.

Além disso, ele também lamentou o veto da presidente Dilma Rousseff sobre o reajuste dos aposentados e defendeu a unidade da luta sindical. “Precisamos construir uma pauta política forte e em conjunto com a federação para defendermos os direitos dos trabalhadores, pois não dá para continuar com essa política do governo de fazer caixa em cima dos assalariados”, disse.

Durante o encontro, a formação sindical foi um dos destaques da pauta. Carlos Cassiano apresentou o projeto Ciclo do Saber, que tem como objetivo promover a formação de dirigentes e funcionários sindicais, bem como trabalhadores em geral. Ele lembrou que a federação, juntamente com a Força Minas, irá promover a próxima edição do projeto no dia 14 de agosto, quando oferecerá curso de Direito do Trabalho e Palestra sobre Educação Financeira.

Os dirigentes dos demais sindicatos se interessaram pelo projeto e alguns já pediram data em suas bases para levar o Ciclo do Saber e seus cursos para o interior de Minas Gerais.

IMG_0111Além da formação sindical, o presidente da federação também fez a apresentação dos principais trabalhos desenvolvidos pela entidade desde o recebimento da carta sindical. “Participamos de reunião de negociação salarial em Nanuque, ato do 1º de maio em Juiz de Fora, protestos em Brasília contra as MPs 664 e 665, greve na empresa Imbel e greve nacional em Belo Horizonte”, listou.

A Femquifert também tem apoiado o esporte com a criação do grupo de corridas Runners e participado de vários encontros em todo o estado. O setor de comunicação tem trabalhado ativamente e produzido material de divulgação e conscientização, em especial no Dia da Mulher, nas manifestações contra a terceirização e campanha contínua contra o assédio moral.

Ao final do encontro, os participantes puderam debater sobre as campanhas salariais de cada base e a atual conjuntural brasileira.